domingo, 31 de outubro de 2010

Missa na comunidade Nossa Senhora Aparecida


Muito boa a celebração da missa na Comunidade de Nossa Senhora Aparecida. Como já vimos, a liturgia se torna mais viva à medida que a assembleia participa, ou seja quanto maior a participação, mais alegre e dinâmico fica o rito litúrgico.
Foi possível, mais uma vez interagir com a comunidade, nos cantos, nas respostas, nas orações e sentir isso na celebração é bastante gratificante. Fica em nós um sentimento de tarefa cumprida.
Parabéns a toda a equipe e toda a comunidade.

Imagem disponível em:
http://blogalize.net/feriado-corpus-christi-2010-data.html

sábado, 30 de outubro de 2010

Dia de de todos os Santos

Em nossa profissão de fé, (quando dizemos em alto e bom som para todos ouvirem tudo o que cremos) dizemos: na comunhão dos santos. No dia 1º de outubro celebramos o dia de todos os santos e podemos pensar que estamos celebrando o dia dos santos que estão no céu ou que são chamados santos. É mais do que isso. Falamos da vocação à santidade, vocação que todos recebemos. Saímos de Deus e para Deus retornaremos com as vestes limpas e o coração puro. Sejamos santos como o Pai o céu é santo. Sejamos santos ou nada mais.



Nossa vida deve ser uma resposta ao chamado de Deus.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Anunciar-te na festa de N. Sra. Aparecida

Na noite do domingo, 10 de outubro de 2010, participamos da celebração na comunidade de Nossa Senhora Aparecida, durante os festejos daquela comunidade.
Ficam aqui nossos agradecimentos à comunidade pelo convite e apreço. Estaremos sempre à disposição com nosso canto em favor do Reino de Deus. Que a nossa missão seja acima de tudo o serviço à igreja e o anúncio do Reino aos menores da terra.


 

Encontro de Formação com a Pastoral da Música

Há bastante tempo que esperávamos um encontro de formação com a pastoral. Aconteceu no último dia 25 de setembro, com a participação de representantes de diversos grupos pertencentes à pastoral. É importante a participação de todos nestes encontros e daqui pra frente atitudes enérgicas para os grupos descomprometidos com o trabalho pastoral.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Lidando com as divisões no Ministério de música

Aprendemos com o padre Jonas Abib que somos um só corpo. Se adentrarmos o contexto no qual está inserida a realidade de um corpo, poderemos concluir que um corpo saudável precisa ter seus órgãos, membros, corrente sangüínea, coração, ondas cerebrais, tudo funcionando em um nível mínimo de harmonia, suficiente para que ele sobreviva e se sinta saudável.

Assim, podemos dizer, é o nosso ministério de música. Nele temos a cabeça, os outros membros, órgãos vitais, partes internas que nunca aparecem ou são expostas, enfim, cada um tem a sua função e formas bem definidas.
Quando alguma coisa não funciona bem neste "corpo" ou quando algo está fora do lugar, nós abrimos brechas que podem trazer sérios problemas para a saúde do nosso ministério.
Quando sentimos alguma dor, é necessário parar o que estamos fazendo, ir ao médico e verificar as causas da dor. Isto fará com que tenhamos o diagnóstico e, em seguida a receita certa para combatermos a doença e, conseqüentemente, seremos aliviados de toda dor.
Aqui é preciso esclarecer algo muito importante: o nosso ministério não pode ser rico em divergências, senão ele será um corpo doente, onde por alguma razão os órgãos não funcionam como deveriam, onde um problema segue outros secundários. O nosso "corpo" é por si só rico em diversidades. Como dissemos, cada órgão, parte, membro, tem sua forma e função específica, e por isso, são diferentes.
As diferenças são riquezas e não barreiras. Partindo delas, encontraremos o melhor caminho para a unidade. Respeitando quem pensa diferente, acolhendo quem tem a coragem de questionar e, em conjunto discernir, com muita oração, o melhor caminho. Se isso acontecer, não daremos lugar à divisão, mas valorizaremos a nossa diversidade.
Somos um corpo. Dentro de um corpo não pode haver divisões, pois a nossa divisão vem do diabo e a nossa diversidade vem de Deus!
A harmonia no corpo é obra do Espírito Santo de Deus! Por isso, precisamos estar cheios do Espírito Santo.
Que o Espírito Santo ilumine e abençoe o seu ministério!

Unidos pela missão!
Márcio Todeschini - Ministério de música Canção Nova

Texto disponível em

http://www.cancaonova.com/cnova/ministerio/temp/inf_txt.php?id=1984

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

TÉCNICAS VOCAIS E SUAS PROPRIEDADES

Pessoal, este texto despertou minha atenção por tratar-se de algo abordado em nosso cotidiano, técnicas vocais e suas propriedades.

Conceito - Técnica Vocal:

É um conjunto de movimentos fisiológicos, selecionados, ordenados e sistematizados para o fim artístico. Se faz necessário obter a independência dos músculos vocais para assegurar a perfeição deste mecanismo.
A técnica vocal consiste no uso da voz e baseia-se basicamente em: Exercícios de relaxamento, respiração e o bom uso da caixa de ressonância.

A altura vocal:
Está na dependência do número de vibrações duplas na unidade do tempo, ou seja, da freqüência. É a qualidade que permite classificar os sons em grave, médios e agudos. Quanto maior a freqüência, mais agudo é o som, quanto menor a freqüência mais grave será o som. É medido em Hz (Hertz) ou ciclos por segundos.Basicamente um clima alegre é passado através do uso de tons mais agudos com maior gama tonal. Por sua vez um clima mais triste ou melancólico, é passado com o uso de tons mais graves.



Intensidade:

Um tanto difícil para ser trabalhado. O controle da intensidade requer a consciência da exata dimensão do outro, um perfeito controle da voz no espaço, já que uma intensidade fraca não atinge o ouvinte e uma intensidade muito forte o invade. Depende da amplitude da vibração. É a qualidade que permite distinguir sons fracos de sons fortes. Quanto maior a amplitude mais forte será o som, quanto menor a amplitude mais fraco é o som. É medido em decibél (dB).

Timbre:

É responsável pela qualidade do som. É a qualidade que permite diferenciar dois instrumentos musicais, por exemplo, quando produzem sons de mesma intensidade e altura. É o jogo dos harmônicos, modificado de acordo com a caixa de ressonância. É o colorido do som. É a qualidade do som, que nos permite reconhecer sua origem. É através dele que diferenciamos o som dos vários instrumentos.O timbre está relacionado com a série harmônica, produzida pelo som emitido.
Permite a identificação da pessoa que está falando. A voz possui uma qualidade diferente de acordo com a idade, sexo, características do indivíduo. Depende da caixa de ressonância, de sua constituição anatômica e das alterações que possam existir. Depende também dos produtores, vibradores e articuladores.

Duração:

É o tempo de uma nota ou pausa.

As características secundárias são:
Velocidade, claridade, extensão, vibrato, modulação, ritmo e expressão.


Fonte: http://www.corais.mus.br/tecnica_vocal/tecnica_vocal.htm#auditivo

"A voz humana é o instrumento mais perfeito de todos."
Paz e Bem!!!
Rafael Gomes.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Cuidados com o violão

Você que toca um instrumento musical ou pretende comprar um, deve dar muita atenção a ele. Até mais do que você pensa. Abaixo estão algumas dicas para que seu violão ou guitarra dure bastante tempo em suas mãos sem ter grandes problemas com o seu instrumento.

1 )Nunca deixe seu instrumento musical jogado em um canto qualquer de sua casa. Procure limpá-lo antes de guardar. Guarde de preferência em um case ou numa capa própria para o equipamento. Se você toca todos os dias, compre um apoio próprio para o seu instrumento, assim quando você acabar de tocar, limpe as cordas e coloque seu instrumento neste apoio. Se não tiver apoio, deixe o instrumento de cordas para baixo em uma superfície plana, ou se for encostado em uma parede, deixe as cordas viradas para a parede.



2) Nunca deixe seu instrumento no sol, mais precisamente em ambiente que se encontra em altas temperaturas, com muito calor. O calor irá empenar o braço do instrumento.

3) Nunca deixe seu instrumento na chuva (se deixar, nunca o seque no sol, como citado acima). A chuva ou até mesmo o sereno irá prejudicar as partes elétricas do instrumento e as cordas. Sabe-se que em regiões com muita umidade, há uma grande dificuldade de afinação.

4)Mantenha seu instrumento sempre limpo e nunca deixe derramar nenhum liquido sobre ele.

5)Use apenas uma flanela seca e limpa para limpar seu violão; nunca passe nele nenhum produto.

6) Use cabos e conectores de qualidade, e nunca pise sobre eles. Ao enrolar os cabos para guardar, siga as formas de enrolamento que vieram quando novos.

7) Nunca coloque nenhum peso ou objeto em cima do violão.

8)Nunca deixe seu violão cair ou bater em algum lugar. Quando for transportar tenha muito cuidado.

9)Quando for trocar as cordas não tire todas as velhas e recoloque as novas, troque uma por uma.

10)Se você comprar um violão que use cordas de nylon NUNCA coloque cordas de aço e vice-versa.

Texto:

http://www.violaobrasil.com.br/como-cuidar-bem-do-seu-violao

imagem:

http://camilameuscliches.blogspot.com/2008_08_01_archive.html